A importância dos brinquedos na vida da criança - Azul e Rosa

A importância dos brinquedos na vida da criança

A palavra BRINQUEDO me remete a infância…

Vejo uma criança sentada no chão com xícaras que na imaginação estão cheias de chá… hora do chá com os amiguinhos. E seus amiguinhos são bonecas e bonecos. Com suas roupinhas coloridas, cabelos longos e curtos, uns fantasiados ou não. E essa criança que conversa com seus amiguinhos, interage, cria laços, sim laços com a fantasia e a imaginação. Bonecas e bonecos são uma representação da própria criança, que pode compreender melhor a si mesma como também às pessoas que a rodeiam, seja no âmbito familiar ou escolar. Quando brincam com bonecas e bonecos, as crianças aprendem a compartilhar, socializar e se comunicar.  

A criança e sua bola. Uma esfera, algumas coloridas, outras numa cor só.  É apenas uma forma redonda, que gira, quica no chão, faz rodopios no ar. E meninos e meninas que sonham em ser jogares, seja de futebol, vôlei talvez, ou quem sabe de basquete, criam um laço inimaginável com essa forma redonda e fantasiam gols, lindos saques, cestas de 3 pontos! A bola, pode ser ela de futebol, vôlei ou basquete não importa e os jogos com elas jogados, auxiliam no desenvolvimento motor, na convivência social, no entendimento de regras, no trabalho em equipe e na tomada de decisões.

E pensar em meninos e meninas sentados numa roda e no meio deles; muitas formas e muitas cores, com os quais constroem pontes e viadutos, onde carrinhos se trombam; casinhas e igrejinhas, onde pessoas passeiam; castelos onde príncipes e princesas se encontram. Os jogos de montar, que chamamos de monta-monta, promovem o raciocínio espacial e a consciência de proporções e padrões; pois a mente da criança usa o raciocínio sobre que peças vão funcionar melhor, como devem organizar e qual será o tamanho quer sua “construção”.

E a família se reúne com o tabuleiro à sua frente. Os jogos de tabuleiro são ótimos para se brincar em família. Eles promovem a integração, a socialização, o contato físico, visual e tátil; a competição sadia, além de muitas risadas e diversão. Pais e filhos reunidos num mesmo objetivo – divertir-se. O intuito é passar boas horas exercitando a concentração e a memória. Os jogos tabuleiro tem inúmeros benefícios, como por exemplo, a otimização do desempenho das habilidades mentais, a melhoria das habilidades motoras e sensoriais, entre outras.

Grupo de crianças reunidas para uma competição de Peteca – do Tupi guarani, peteca-bater.  Coloridas, com aquelas peninhas que mais parecem pluminhas. Diversão garantida para a criançada. E não pode deixar a peteca cair! O jogo da peteca melhora a flexibilidade, fortalece os ossos e dá maior agilidade nos movimentos.

Os brinquedos são considerados importantes aliados no processo de aprendizagem, são essências para as crianças como um instrumento de socialização: criança-criança, criança-família. Podemos considerá-los objeto e suporte das brincadeiras, porque os mesmos proporcionam uma íntima relação com as crianças, estimulando a representação e a expressão de imagens que lembram a sua a realidade, sua vivência dentro dos núcleos familiar, escolar e social. Assim os brinquedos colocam a criança em contato com a reprodução de tudo o que existe no seu cotidiano. Eles têm papel fundamental porque promovem o desenvolvimento da linguagem, dos aspectos motor, cognitivo e social e emocional. Os brinquedos dão asas à imaginação, estimulando e promovendo brincadeiras de faz de conta e muita criatividade.


Rosana Perez
Pedagoga

0/5 Singular: (0 Análise)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *